Embaixada de Portugal em Cuba

Ministério dos Negócios Estrangeiros

8 junho - Concerto do guitarrista Custódio Castelo em Havana

cuba cartaz c c

Pela primeira vez, num evento que será marcante para a história das pontes culturais entre Portugal e Cuba, apresenta-se em Havana Custódio Castelo, conceituado mestre da guitarra portuguesa!

O reconhecido intérprete português será o protagonista do concerto “Guitarra Portuguesa e Fado”, que terá lugar na belíssima Basílica de São Francisco de Assis, no centro histórico da capital cubana, dia 8 de junho, pelas 18:00, no contexto do Dia de Portugal.

Auspiciado pela Embaixada de Portugal, pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, de Portugal, e pela Oficina do Historiador da Cidade de Havana, o concerto, inédito e singular, contará ainda com a presença de convidados cubanos, que partilharão cenário com quem é considerado atualmente um dos grandes intérpretes da guitarra portuguesa.

Numa atuação exclusiva em Cuba, o mestre português irá surpreender o público havaneiro com uma proposta de repertório sui generis, no qual se irá estabelecer uma ponte musical com um instrumento típico cubano, o «tres», interpretado pela famosa tresera Enid Rosales. Juntos interpretarão músicas cubanas e portuguesas, aos quais se juntarão as vozes dos cantores cubanos Lindiana Murphy e Saheed Mohamed, com «Garça Perdida», «Ó Gente da Minha Terra» e «Lisboa, Menina e Moça», em português, para além de algumas surpresas especiais.

Será um momento histórico para a música portuguesa em Cuba, com os acordes magistrais da nossa guitarra a fazer-se ouvir em Havana Velha, e uma das raras ocasiões para apreciar em união e diálogo dois instrumentos representativos da tradição de ambos países, a guitarra portuguesa, representante incontornável do fado, património imaterial da humanidade desde 2011, numa versão original, e o «tres», património e agente vivo da trova tradicional cubana.

Professor, produtor discográfico, compositor e excecional intérprete, com vários trabalhos a solo editados ao longo dos anos, sendo o último, «Maturus» (2015), gravado com uma guitarra única no mundo, a «Siamesa», Custódio Castelo acompanhou as grandes fadistas da atualidade, entre as quais se destacam Ana Moura, Cristina Branco, Mariza, Raquel Tavares, também Carlos do Carmo, Camané, Nuno da Câmara Pereira e Jorge Fernando. Entre as parcerias mais significativas no seu percurso estão a própria Amália Rodrigues e a brasileira Maria Bethânia. Recebeu vários prémios pela maestria das suas interpretações e qualidade das composições, realizando concertos e participando em festivais um pouco por todo o mundo, onde, com segurança e espírito livre, tem feito incursões harmoniosas pelo jazz e pelo fado e entrelaçado estilos e géneros musicais diversos.

Partilhar:
FacebookTwitterGoogle +E-mail